sábado, 4 de fevereiro de 2017

Arrisque-se a mudar

As coisas não são fáceis para ninguém. Nos iludimos acreditando que  algumas pessoas são mais "sortudas" ou foram agraciadas com melhores oportunidades. Bem, talvez até seja assim, mas uma oportunidade mal aproveitada é como um carro na mão de quem não sabe dirigir: Inútil.

Quem realmente quer algo vai atrás. Lembre-se como é quando você está apaixonado por alguém: Você é capaz de fazer quase tudo só para passar um tempo a mais com a pessoa que lhe causa uma sensação gostosa de bem estar. Lembre-se também daquele imprevisto de  última hora, como quando o encanamento da sua pia estourou e você, que "não tinha tempo", tirou tempo para resolver  a  situação o mais  rápido possível.

Necessidade e paixão. Duas forças que lhe movem para além da sua zona de conforto. Vontade também é outra palavra poderosa. Fé e coragem também.

As vezes  você pode pensar "Sou muito velho para aprender a fazer isso" ou "Eu não faço bem esse trabalho porque  não tenho o equipamento necessário" ou pior "Fulano tem sorte, nasceu com dinheiro, quem tem grana compra tudo". Bem, isso tudo são crenças falsas. É autoboicote: Você colocando a si mesmo numa posição de incapacidade e inferioridade por puro medo de se arriscar ou sentir desconforto.

Vou te mandar a real: "Você é o que você pensa" portanto se  você acredita não ser capaz de algo, você vai sempre arranjar desculpas ou atrair situações que reafirmam sua crença sobre  si mesmo.
Seu maior inimigo é você mesmo e seus  pensamentos negativos. Você abre portas  pra  qualquer tipo de influência  destrutiva quando faz  isso. Se você continuar dizendo "Não dou conta de fazer  isso. Não levo jeito. Não adianta tentar, é perda de tempo", você vai matar toda a sua motivação e não vai sair do lugar.

A mudança SEMPRE parte de  você! Mudar dói? Dói. Vai ser desconfortável? Vai. Você pode vir a quebrar a cara algumas vezes? Sim, várias vezes. Mas sabe de  uma  coisa? Você não aprendeu a falar, andar, ler e escrever do dia  pra  noite não é? Resgate a sua criança interior, que não tinha medo de errar e  arriscar, e pratique. Uma, duas, três vezes.

Pare agora de ter pena de si mesmo, ficar se lamentando e dizendo o quão "pobrezinho" você é e mete a cara no mundo. A gente nunca deveria ter medo de julgamentos e críticas, nem todas as observações são reais, mas algumas são e não tem nada de errado em admitir estar errado. Quem erra aprende. Escolha evoluir.

0 comentários: