sexta-feira, 24 de junho de 2016

Sobre Cabelo, Corpo e auto estima.

Fazia um tempo, um bom tempo que eu não parava para ver os vídeo da Rayza Nicácio, uma blogueira/vlogueira que conheci há uns 3 anos quando comecei a, finalmente, graças a ela, pentear os meus cachinhos da maneira certa, e cuidar mais deles, e arriscar nos penteados, inclusive o da foto que tá no meu perfil do facebook, a arriscar nos lenços, e etc. Admiro muito essa menina, sério. Ela só cresceu e ver a transformação dela ao longo do vlog, a sua segurança e conquistas só me fazem pensar "Posso ser assim também" XD. E nada melhor pra renovar sua auto-estima do que ouvir de novo e de novo que eu posso escolher.

Acho que todas nós, meninas (e meninos também), já passamos por essa etapa de não gostar de nós mesmas e ficarmos inseguras. Eu tinha duas muito fortes quando criança: Meu peso e meu cabelo.
Até a 5ª, 6ª série eu usava um rabo de cavalo bem apertado e liso na frente. Amarrando ele molhado sempre. Nessa fase eu me arrumava para ocasiões especiais fazendo uma escova, e eram horas na cadeira com a mulher puxando meus cabelos e eu lá segurando meu pescoço, mas tudo bem, eu amava me ver de cabelos lisos. No salão, a cabeleireira que ia fazer a minha progressiva (acho que eu tava na 6ª série) disse que a parte onde ficava a xuxinha estava apodrecendo, foi só aí depois vários anos com ele preso que comecei a soltar.

Eu podia ter me sentindo tão mais bonita muito antes. Podia ter me divertido mais, ficado mais a vontade... Aprendido a gostar do meu cabelo lá atrás, mas não. E o meu corpo?

Quem me conhece há anos sabe, foram décadas apenas de Jeans e Camiseta. É confortável e eu amo também, mas não é só por ser básica que eu usava. Na verdade eu sempre invejava as meninas magrinhas que usavam blusas de alcinha e vestidos, saias rodadas, e sapatinhos de bonecas XD. Na adolescência eu achava que não podia usar vestidos e saias rodados, que são o meu estilo favorito, porque eles não ficavam bem em mim, me deixariam mais gorda, nem experimentava... Saia longa? Não fica bem pra quem é baixinha. Batom vermelho? Me deixava muito velha. Ai ai, ,hoje eu posso dizer com orgulho, ou não, que pela primeira vez eu tenho mais vestidos que calças, ainda uso mais as calças, mas apenas pro praticidade (Faculdade e longas caminhadas). Agora, nada é mais gostoso do que se vestir e descobrir que ficar bem com o que gosta, seja saia, vestido, longo, curto, barriga de fora, batom vermelho, sombra azul, ou rosa, ou de qualquer cor. XD.

Agora é tentar se livrar o jugo dos outros, e das imposições que tentam nos colocar e fazer o possível pra também não colocar jugo em ninguém.


1 comentários:

Sofia disse...

O que falta para as pessoas é se aceitarem e gostarem delas mesmas.